Talking About #1 – Blackthorne

Mais um quadro do nosso blog, dessa vez será o Talking About, no qual falaremos a respeito de QUALQUER assunto de forma não argumentativa (ou quase), e exporemos os pontos positivos, negativos, curiosos etc. espero que gostem de nosso mais novo quadro, e vamos começar:

O que é o Blackthorne? 

É um jogo de plataforma, desenvolvido pela Blizzard Entertainment e Interplay por volta de 1994 para PC, GameBoy Advanced, Super Nintendo e Sega 32X.

 

Qual a história do jogo?

O jogo se passa em um planeta chamado Tuul. Thoros, o último governante do planeta, encontra-se em um dilema em decidir qual de seus herdeiros será o novo governante. Acreditando que fosse solucionar os seus problemas, Thoros os leva para o deserto e se suicida. Seu corpo se transforma em duas pedras – luz e escuridão – e ele dá uma pedra para cada um de seus filhos governarem seu próprio reino. O povo da pedra da luz origina o reino de Androth, enquanto que o povo da pedra da escuridão origina o reino de Ka’dra’suul. Porém, enquanto Androth respeita a sua pedra, Ka’dra’suul rejeita a sua, e seu povo acaba sendo transformado em monstros.

Neste instante, um desses monstros de Ka’dra’suul, chamado Sarlac, cria um exército para combater o povo de Androth. Ao saber da sentença de seu povo, o rei Vlaros, de Androth, com a ajuda do mago Galadril, envia seu filho Kyle Blackthorne à Terra para salvar a sua vida. Vlaros também dá a Kyle a pedra da luz, para mantê-la a salvo.

Vinte anos depois, Kyle tornou-se um renomado comandante militar e mercenário. Após sair da prisão e enfrentar a corte marcial, Kyle começa a ter sonhos estranhos. Ele é convocado por Galadril a regressar para Tuul e salvar seu povo do domínio de Sarlac. (Tirado de Wikipédia)

É um ótimo game, e vale a pena ser testado, mesmo que para consoles não atuais, tem uma história bem arquitetada, um gráfico EXTREMAMENTE amigável e não é nada fácil. Espero que testem e deixem seu comentário, abraços.