Como resolver o problema de conexão de rede só funcionando após desabilitar e reativar ao iniciar o computador

Eu me deparei com esse problema, logo após instalar alguns programas. E bom, o que eu recomendo é que você faça um escaneamento com o TDSSKiller, os passos são os seguintes:

  1. Abra o tdsskiller.exe.
  2. Clique em Change Parameters.
  3. Marque TODAS AS OPÇÕES. (É como que ele peça para você reiniciar o computador na terceira opção, então, reinicie)
  4. Clique em Start Scan.

Caso ele encontre alguma ameaça, delete todos os arquivos e reinicie o computador. Provavelmente deverá funcionar, assim como para mim: Funcionou!

Abraços!

SMS para a operadora Oi de graça ILIMITADO sem precisar ter uma conta no site

oi

 

A alguns dias descobri uma “falha” no site da Oi, que permite que você envie mensagens de graça para números da operadora Oi ilimitado, sem a necessidade de ter uma conta ou número registrado na operadora.

 

O link para o uso está logo abaixo, façam bom proveito!

http://bit.ly/QY9GUK

 

Salvando suas abas e as suas sessões no Google Chrome com o FreshStart

1

Me tornei CDC em seis páginas no Facebook, e para não esquecer de postar em nenhuma tinha que manter o navegador aberto dia e noite, porém, as vezes algumas pessoas aqui de casa precisavam usar o meu PC e como eu não estava para avisá-los eles acabam fechando algumas abas. Eu sempre tinha quem manter os links salvos em um bloco de notas, e o Google Chrome não é nada amigável quando se trata de salvar sessões, eu teria um grande trabalho para salvar as abas sempre que eu fecha-se ele, até que eu encontrei uma extensão para o GC, o FreshStart, basta instalá-lo, logo quando aparecer um ícone ao lado da barra de endereços, semelhante a esse ícone verde (ou igual), acredito eu:

2

 

 

Basta clicar sobre ele, selecionar as abas que gostaria que o aplicativo salvasse e clicar em SAVE, quando fechar e abrir de novo o Google Chrome, basta clicar sobre o mesmo ícone e selecionar a sessão salva anteriormente. Espero que ajudem :)

Resolvendo o erro “Access violation at address 062B44EA” ao tentar abrir expansões personalizadas no ReFX Nexus 2.2 (VST)

Esses dias trabalhando com muita música, após ter formatado o meu PC e instalado o FL Studio, me deparei com este erro que o título prevê para todos que ocorria sempre que eu tentava acessar a algum preset de alguma NOVA expansão APENAS, ou seja, as outras expansões PADRÕES, funcionavam perfeitamente.

Depois de pesquisar muito encontrei a solução para o mesmo, o erro é causado por nada mais nada menos que a falta do Microsoft .NET Framework 4 e do AiR eLicenser Emulator Setup (pesquisem no Google) ou se ainda sim não funcionar, verifique se a versão mais atualizada da DLL SYNSOEMU.DLL está na sua pasta system32 (se for um sistema 64 bits, verifique se ela está na SysWOW64) caso esteja tente baixar uma outra mais atualizada e substitua pela existente (pesquisem no Google pelo nome SYNSOEMU.DLL), basta efetuar todos os passos e estará tudo resolvido como esteve para mim, abraços e espero que ajude alguém.

Retirando ruídos das suas gravações como Audacity

Para retirar ruídos das suas gravações com o Audacity é muito simples, leia os passos abaixo! Antes de tudo, lembre-se de fazer uma cópia de segurança do seu áudio antes de fazer qualquer modificação!

  1. Abra o programa e carregue o arquivo que deseja editar.
  2. Selecione um trecho do som que contenha bastantes ruídos, de preferência as pausas em que há muito silêncio e a percepção dos ruídos é bem clara.
  3. Clique em Efeitos > Remover ruído… e clique em Obter perfil de ruído.
  4. Agora, selecione toda a música, ou aperte Ctrl+A que faz o mesmo pra você.
  5. Vá em Efeitos > Remover ruído de novo, e clique em OK.

Pronto, você retirou os ruídos da sua música, ou gravação.

Audacity 2.0.1 (Windows 2000/XP/Vista/7)

O que é o Audacity?

O audacity é um software de gravação e edição de áudio gratuito, o código fonte do Audacity está sob a licença GNU General Public License. A sua interface gráfica foi produzida utilizando-se de bibliotecas do wxWidgets.

Codecs e Utilitários

Lame MP3 (Codec requerido para a exportação do áudio em MP3)

Download

Clique aqui para fazer download do programa.

Criando uma música original para o seu jogo.

Nesta vídeo aula você terá a oportunidade de aprender mais algumas coisas sobre a criação de uma música seja para o seu jogo ou onde quer que queira usar, no FL Studio, deixarei no final do artigo os links para que você possa adquirir os programas.

FL Studio – http://www.image-line.com/documents/flstudio.html
Addictive Drums – http://www.xlnaudio.com/productline/1
EWQL Symphonic Orchestra Virtual Instrument – http://www.soundsonline.com/Symphonic-Orchestra (Para quem tem uma internet com velocidade baixa, podem baixar o Miroslav Philarmonik, tem quase os mesmos recursos e é bem mais leve – http://www.ikmultimedia.com/products/philharmonik/)
RealLPC – http://www.musiclab.com/products/reallpc_info.htm
Guitar Rig 5 Pro – http://www.native-instruments.com/products/producer/guitar-rig-5-pro/
Projeto FLP do vídeo – http://www.mediafire.com/?3ajs8dbzsfb9zoq

Espero que gostem da vídeo aula, abraços.

Captando o som do computador utilizando o Stereo Mix no Windows 7

Recentemente numa tentativa de descobrir o tom de algumas músicas, me deparei com a necessidade de captar o som que vem da minha entrada de áudio. Então descobri sobre o Stereo Mix ou Mixagem Estéreo, e estou aqui para ajudá-los, leiam!

Como ativá-lo?

Clique com o botão direito no item que não está “embaçado” na imagem acima, e logo clique em Dispositivos de Gravação. Aparecerá uma janela como a abaixo:

Clique com o direito no espaço em branco e clique em Mostrar Dispositivos Desabilitados, logo você verá uma grande quantidade de dispositivos (caso isso não aconteça, clique de novo com o direito e certifique-se de que a opção Mostrar Dispositivos Desconectados, está habilitada). Procure pelo dispositivo Stereo Mix ou Mixagem Estéreo, clique com o direito e certifique-se de que ele está habilitado, caso ele esteja já está pronto para usar, caso não, habilite-o e use-o livremente :)

Como usá-lo?

Bom, é algo simples, agora tudo o que a sua placa de som captar será passado pelo dispositivo Stereo Mix ou Mixagem Estéreo também, e você poderá usar e reproduzir o som onde bem entender.

Não consigo ver esse dispositivo de gravação

Provavelmente o Windows 7 não possui essa funcionalidade para esta VERSÃO de DRIVER que você está utilizando na sua placa de som, tente atualizar a sua placa, mas caso isso não resolva o problema tente ler o tutorial em que te ensina a captar o som da sua placa de som sem utilizar o Stereo Mix ou Mixagem Estéreo (mesmo que seja um método EXTREMAMENTE semelhante).

Espero ter ajudado :)

BurnBit – Transforme qualquer arquivo em um torrent!

Quantas vezes você já não desejou encontrar um determinado arquivo por conta do seu tamanho? Por conta do medo da internet cair e consequentemente você ter de baixar tudo de novo? Hm, parece que você se identificou aqui, quem sabe? Caso você já teve ou terá, ou está tendo, eis aqui a solução… BurnBit!

Se trata de um site, e este site tem a capacidade de transformar qualquer arquivo que você possa imaginar em um torrent, infelizmente ele trabalha apenas com arquivos do servidor HTTP, mas acredito que isto não seja um GRANDE PROBLEMA. Para usar o site é muito fácil, na página inicial basta colar o link do arquivo abaixo da frase “If a file exists, there is torrent of it. If not, it will be burned” e logo então clicar em Burn. Acontecerão alguns processos, o arquivo será enviado, logo após basta clicar em “Download Torrent” e fazer download do mesmo.

Blacklight: Retribution – uma breve análise

Bom dia, como primeiro post no blog, eu vou fazer uma breve análise do novo jogo de tiro publicado pela Perfect World Entertainment, a mesma compania que produziu Perfect World.

Então, o jogo se chama Blacklight: Retribution, e foi originalmente produzido como uma continuação para o nem tão conhecido Blacklight: Tango Down, distribuído na Xbox Live e Playstation Network de forma gratuita. O jogo à primeira vista, pode lembrar um Call of Duty em roupagem futurística, mas seu conteúdo vai muito mais além.

GOSTEI:

  • Gráficos

Sei que isso não é o que faz um jogo, mas é algo importante, principalmente no caso de Blacklight, pois os gráficos são quase necessários para construir essa atmosfera caótica na qual o jogo se situa. Feito na poderosa Unreal Engine 3 (Gears of War, Mass Effect), Blacklight consegue ser o jogo free-to-play mais bonito atualmente. Os efeitos de iluminação são muito bem utilizados e dão uma aparência realista aos cenários, que são enormes e bastante detalhados. Os personagens também são bem-feitos e possuem uma física bem-calculada, ou seja, não caem como marionetes no momento em que morrem.

  • Jogabilidade

Esse quesito é onde o jogo se destaca, pois arrisca em algumas coisas que, a princípio, parecem apelativas e “toscas”, mas depois é percebida a diferença que elas podem fazer no jogo. A primeira delas é a personalização extensiva da roupa e das armas. Na maioria dos jogos isso tem apenas um princípio estético, mas em Blacklight a escolha da armadura pode influenciar a quantidade de granadas e itens especiais que seu personagem pode carregar, a velocidade e a capacidade de resistência que ele possui. Já as armas podem ser completamente modificadas para se adequar ao estilo de cada jogador, podendo ser trocado nela o cano, a mira, o stock, o compartimento de munição, entre outras coisas.

Em segundo vem a HRV, um dispositivo que permite ao jogador localizar inimigos, aliados e depósitos de armas até mesmo através de paredes. Não, isso não é um wallhack disfarçado, muito pelo contrário, é algo que acrescenta tensão e estratégia aos campos de batalha que já conseguem ser MUITO caóticos com apenas 8 jogadores em cada time.

E por último, mas não menos importante, os Weapon Depots. Ao longo da partida você ganha créditos para gastar nesses lugares. Neles você pode restaurar sua vida, sua munição e comprar armas mais pesadas, que inicialmente são um Rocket Launcher, um Flamethrower e um Robô Gigante!

Sim, você leu isso certo, o Robô Gigante, que no jogo é mais conhecido como Hardsuit, é equipado com uma metralhadora e uma railgun. Normalmente uma partida atinge seu clímax quando alguém faz a compra de um desses, logo o foco do time adversário se torna destruir a máquina. Mas um dos momentos mais fodas que eu já presenciei em uma partida foi um duelo entre dois jogadores pilotando Hardsuits, me senti o Otacon naquele momento…

  • Som

Assim como os gráficos, ajudam a construir o ambiente no qual o jogo se situa. Com uma trilha sonora bem adequada composta por música eletrônica e efeitos bem atmosféricos, não deve nada a títulos comerciais como Crysis e Call of Duty.

NÃO GOSTEI:

  • Bugs

Nenhum jogo escapa desse problema, e Blacklight não é uma exceção, os bugs não são frequentes, mas estão lá. Às vezes você vai ver uma textura demorando a carregar ou, enquanto você estiver pilotando uma hardsuit, ela ficar presa na geometria do cenário. Mas ainda assim é muito fácil ignorar esses bugs, já que a bela apresentação e jogabilidade impecável meio que compensam por isso.

  • Apenas mais um jogo Free-to-play

Apesar de ser excelente, o jogo ainda retém diversas características de um Combat Arms da vida, como limite de tempo para uso de uma PEÇA de arma, e para usar permanentemente, é um processo doloroso que vai lhe custar muito tempo. Bem que poderia fazer igual outros jogos mais recentes, como o título da Hi-Rez Studios Tribes: Ascend, onde você já libera uma arma permanentemente e pronto. Mas você sabe o quanto a Perfect World odeia ganhar dinheiro em cima de seus jogos, então não vai adiantar muito se reclamar.

NOTA FINAL: 8.5/10 (Excelente)

Sem dúvida, um dos melhores jogos de tiro já lançados no mercado free-to-play, mas ainda tem alguns defeitos, como bugs e aquele maldito limite de tempo para uso de uma PEÇA de arma. Graças a uma equipe de desenvolvimento bem ativa, esses defeitos estão sendo corrigidos aos poucos, mas o jogo ainda está longe de ser perfeito.